Agenda semanal: eventos da Escola do Legislativo durante a semana de 15 a 19 de agosto

A Escola do Legislativo vai retomar as suas atividades durante o segundo semestre de 2022. O objetivo é realizar a aproximação com o público escolar e aprofundar a formação dos recursos humanos da Câmara Municipal de Porto Alegre.  Para isso serão lançados dois novos projetos para incentivar a visitação do poder legislativo por estudantes da educação básica.

Confira a seguir a programação:

15/08

Segunda-feira, às 10 horas, sala da Escola do Legislativo. Lançamento do projeto “As disciplinas e a política: matemática e política”. Primeira palestra do projeto que relaciona as disciplinas escolares com a política. A proposta é vincular as demais disciplinas escolares ao campo político, o que será feito em encontros. As próximas palestras serão sobre biologia e política, física e política, entre outras. A ideia é que as iniciativas de conhecer o parlamento não sejam apenas dos professores de história e filosofia, mas das demais disciplinas.

15/08

Segunda feira, às 11 horas, sala da Escola do Legislativo. Lançamento do projeto “Política como projeto de vida”.  O projeto oferece palestras para a disciplina de Projeto de Vida do novo ensino médio.

16/08

Terça-feira, às 10 horas, na sala de aula da Escola do Legislativo, acontece a palestra “O Admirável Mundo novo das Licitações e Contratos”, com Juliano Heinen, procurador do estado do Rio Grande do Sul e doutor em Direito pela UFRGS. Também é autor da obra “Curso de Direito Administrativo” (Ed. Juspodivm)

18/08

Quinta-feira, às 10 horas, na sala de aula da Escola do Legislativo, ocorre a palestra “Assédio Moral no Trabalho”, com Sonilde Lazzarin, advogada, professora e pesquisadora na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Acadêmica Titular da Cadeira nº 3 da Academia Sul-Rio-Grandense de Direito do Trabalho
(ASRDT). Doutora em Direito e pós-doutora em Democracia e Direitos Humanos.

19/08

Sexta-feira, às 14h30, na sala das Comissões. Escola do Legislativo participa do projeto PIA, de recepção aos novos servidores com a palestra História da CMPA (evento interno).

 

 

 

 

 

 

 

Câmara Municipal estará presente na Feira do Livro

Câmara Municipal irá apoiar a Feira do Livro.

 

A Câmara Municipal estará presente na Feira do Livro de Porto Alegre. A noticia foi dada pelo Diretor da Câmara Riograndense do Livro, Sr. Max Ledur, em reunião com a Escola do Legislativo Julieta Batistioli. A reunião, inicialmente proposta por iniciativa da CRL para buscar parcerias de programação para a Feira, resultou positiva para o parlamento. Presentes o servidor Jorge Barcellos, Coordenador de Cursos da Escola do Legislativo, além de Sônia Zanchetta, Sandra La Porta e Gerson Souza, da diretoria do CRL, a reunião resultou na decisão da cedência de dois dias da sala Moacyr Scliar do Espaço Cultural dos Correios para a câmara pela organização da Feira.

A indicação da programação nasceu de uma análise do acervo da Seção de Memorial e da ação educativa da Escola do Legislativo. A Câmara no corrente ano é apenas apoiadora do evento, em função da contenção orçamentária, não possuindo estande para atividades dos mandatos dos vereadores. Além disso, o período eleitoral obstaculiza essa participação. Entretanto, após a exposição do servidor sobre a ação educativa do legislativo, ficou evidente importância da participação do parlamento na Feira. A programação sugerida foi feita com base nos critérios de valorização dos 250 anos de Porto Alegre e do público escritor e leitor, Barcellos propõs uma programação de eventos que foi muito valorizada pela CRL.  Segundo Barcellos, ” nossa Feira é generosa, e a cessão de espaço, mesmo sem ser sua obrigação, fortalece a relação que vem sendo construida há anos”. Max Ledur, Presidente, afirmou que entende as condições limitadas do parlamento agora e espera que no futuro, a câmara tenha espaço a altura do que possuia no passado “A própria vereadora Comandante Nadia me afirmou que inclusive, vereadores de direita estão conscientes da importância da feira do livro, do mercado editorial  e da participação do parlamento no evento”. A programaçao preliminar que  será enviada a Mesa Diretora é a seguinte:

Câmara Municipal na Feira do Livro

Local: Sala Moacyr Scliar do Memorial do RS

Das 9h às 20h
9h-14h Visitação à exposição Mário Quintana para crianças
14h-15h- Palestra: História de Porto Alegre
15h-17h- Oficina: Como se autopublicar
17h-19h- Mesa Redonda: Racismo Acadêmico no Brasil:desafios para um direito antidiscriminatório
19h-20h – Projeção do Filme: Porto Alegre, meu canto no mundo
Dia 4/11

9h-14h – Visitação à exposição Mário Quintana para crianças
14h-15 h– Palestra: A Educação extra-escolar em Porto Alegre: mapa dos serviços de educação museal no centro da cidade
15-17h – Palestra: Porto Alegre, 250 anos em 25 livros
17h-19h – Projeção do filme: Marcos Klasmann, a trajetória de uma geração

ESCOLA DO LEGISLATIVO ABRE INSCRIÇÕES PARA O CURSO LIBRAS BÁSICO NA PRÓXIMA SEGUNDA-FEIRA

Na próxima segunda-feira serão abertas as inscrições para o curso de libras básico. Promovido pela Escola do Legislativo Julieta Battistioli, o objetivo é instrumentalizar os servidores e demais agentes públicos do poder legislativo com a Língua Brasileira de Sinais e com isto, promover a acessibilidade das pessoas surdas no parlamento. A atividade será ministrada por Karin Lisiane Wentzel, graduada em Educação Física,  Intérprete de Libras e professora de Surdos do Município de Porto Alegre desde 2002 e pela estagiária da Escola do Legislativo Eliana Aline Trindade Lopes. Para Jorge Barcellos, a experiência da Escola do Legislativo tem sido rica, e o contato com o universo dos surdos um desafio. “A Câmara Municipal já empregou mais estagiários surdos no passado. Retomar o Legislativo como espaço de inclusão é um dos objetivos da escola para o segundo semestre e para isto, outras iniciativas estão sendo pensadas”, afirma. Além do curso, está sendo prevista uma palestra sobre as características do trabalho das pessoas portadoras de deficiência para o próximo dia 30 de agosto, como forma de introduzir a problemática.

Programa do Curso: Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS Módulo Básico

EMENTA

Curso Libras Básico: Carga horária – 10 horas/aula.

Público-Alvo: Servidores da Câmara Municipal de Porto Alegre.

Objetivos de Aprendizagens

Objetivo geral

Reconhecer a utilização da Língua Brasileira de Sinais como forma de promoção da acessibilidade das pessoas surdas.

Objetivos específicos

  • Conhecer a Libras como Língua da comunidade surda.
  • Perceber a pessoa surda como parte integrante da Sociedade em sua organização social e cultural.
  • Conhecer os aspectos teóricos e práticos da utilização da Língua Brasileira de Sinais.
  • Compreender aspectos gramaticais, linguísticos e sintáticos da Libras em nível básico de conhecimentos.
  • Adquirir e ampliar vocabulário em LIBRAS.
  • Proporcionar uma comunicação inclusiva junto às pessoas surdas nos espaços administrativos da Câmara de Vereadores do Porto Alegre, possibilitando acessibilidade comunicativa junto ao público surdo.

 Metodologia

O curso terá 10 encontros de uma hora nas quartas-feiras das 10 às 11 horas na sala da Escola da Câmara Municipal de Porto Alegre, a partir do mês de Setembro. As aulas serão teóricas e práticas expositivas e com participação efetiva dos alunos.

Conteúdos: das aulas

  • História dos Surdos no Brasil e aspectos da Língua Brasileira de Sinais;
  • Estudos sobre conceitos básicos da língua dos surdos brasileiros a Libras;
  • Saudações, cumprimentos (formais e informais);
  • Identificação na Libras;
  • Alfabeto manual, números e datilologia;
  • Características básicas da Gramática da Libras: Parâmetros e produções de sinais;
  • Classificadores;
  • Dialogo cultural do povo surdo;
  • Espaço de sinalização, marcações espaciais e Listagem na Língua de Sinais e o Vocabulário básico da Libras.
  • Histórias e piadas em Libras.

 

Ministrantes

Karin Lisiane Wentzel – Graduada em Educação Física, Intérprete de Libras, Professora de Surdos do Município de Porto desde 2002.

Eliana Aline – Estagiária da Escola do Legislativo Julieta Battistioli

 

INSCRIÇÕES: 

Link na página da Escola do Legislativo, a partir de 15/08

Vagas limitadas

 

 

 

ESCOLA DO LEGISLATIVO PARTICIPARÁ DE RODA DE CONVERSA NA SMED

Foto: Enrico Salvador/Divulgação PMPA

No próximo dia 26 de agosto, às 14h, a Escola do Legislativo Julieta Battistioli participará do projeto “Roda de Conversa”, promovido pela Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura Municipal de Porto Alegre. A atividade, transmitida on-line para gestores das demais secretarias e para a rede de escolas da prefeitura, tem como objetivo reunir relatos de experiências de inclusão de alunos portadores de deficiência no ambiente de trabalho. Participará da atividade o servidor Jorge Barcellos, Coordenador de Cursos da Escola do Legislativo.  Segundo Barcellos, a Escola do Legislativo pratica a inclusão em seu espaço de trabalho com sucesso “temos três estagiários portadores de deficiência totalmente integrados a nossa rotina de trabalho”, diz. Para Barcellos, a participação dos estagiários é importante para complementar as atividades de trabalho, sendo muito úteis devido a carência de servidores da Câmara. Barcellos está preparando duas ações nesse sentido para o segundo semestre: a primeira é uma palestra com o objetivo de sensibilizar os demais setores do legislativo a  promoverem a inclusão de estagiários portadores de deficiência e a segunda é um mini-curso de linguagem de sinais para todos os servidores. “Para os estagiários surdos-mudos. a linguagem de sinais é fundamental. Já temos ela na TV Câmara, e, seria importante todos aprendermos esta nova linguagem para nos comunicar”, finaliza.

SERVIÇO:

RODA DE CONVERSA:

A experiência do aluno portador de deficiência no ambiente de trabalho

Horário: 14h

Data: 26/08/2022

Local: Secretaria Municipal de Educação da PMPA

Rua dos Andradas, 680 9º andar

 

ESCOLA DO LEGISLATIVO E CRL REÚNEM-SE NESTA QUARTA-FEIRA

Feira do Livro. Foto Alex Rocha/PMPA

A convite da Câmara Rio-Grandense do Livro, a Escola do Legislativo Julieta Battistioli reúne-se nesta quarta-feira, às 9h30, com seu Presidente, Maximiliano Ledur. O objetivo é discutir formas de participação da Câmara Municipal na próxima Feira do Livro de Porto Alegre. A Câmara Municipal de Porto Alegre é apoiadora da Feira do Livro, mas em razão da contenção orçamentária, não adquiriu estande próprio. Para Jorge Barcellos, Coordenador de Cursos da Escola do Legislativo, “o fato de não possuir estande próprio  não significa que o parlamento não possa colaborar de outra forma com a feira, além do merecido apoio financeiro. A CRL sabe que possuímos um programa educativo com exposições, documentários e palestras e o objetivo é verificar o que e como integrá-los nesse programa, daí o convite. Tudo deve ser feito, salienta, respeitando a legislação eleitoral”.  Barcellos salienta que projeto similar já está em andamento com o Instituto Latino Americano de Estudos Avançados da UFRGS,  com o qual a Escola do Legislativo realizará um programa de atividades de extensão  dentro da programação dos 250 anos de Porto Alegre em andamento na Câmara. “Já tivemos contato com o tema da feira de 2021,  “Para ler um novo mundo”,  onde mostramos que, para isso, precisamos, é claro, de política. A ideia é repetir o vínculo”, finaliza Barcellos. A proposta de programação que for produto da reunião será encaminhada à Mesa Diretora para fins de deliberação.

ESCOLA DO LEGISLATIVO OFERECE A PALESTRA “A POLÍTICA COMO PROJETO DE VIDA”

A Escola do Legislativo Julieta Battistioli passa a oferecer às escolas estaduais dentro de seu serviço “Câmara vai à Escola”, a palestra “A política como projeto de vida”. A ampliação de atividades e serviços educacionais à comunidade é parte da estratégia de ação da ELJB para a retomada da normalidade de seu relacionamento com a comunidade escolar no segundo semestre de 2022. O  projeto será lançado no próximo dia 15/08, às 11h, na Sala de Aula da Escola do Legislativo. A palestra visa colaborar com o novo componente curricular Projeto de Vida recentemente introduzido com a  Reforma do Ensino Médio. A disciplina passou a ser atribuída aos professores da rede estadual de ensino que relataram ao coordenador de Cursos da Escola do Legislativo,  Jorge Barcellos, a necessidade de um apoio prático.  A ideia é fornecer aos jovens informações para compreender como as estruturas sociais da política possibilitam ou impedem os jovens de fazer escolhas e seguir certas trajetórias e como a carreira política pode ser um campo de atuação para a juventude e como se dá o seu acesso.  A partir do diálogo com cada professor encarregado da disciplina, a ideia  é oferecer palestras e outras atividades de ensino que poderão ser utilizadas como ponto de apoio aos professores desta disciplina, levando em consideração as condições da escola, da cultura escolar e temas sugeridos pelos próprios alunos.

Serviço:

PALESTRA: A POLÍTICA COMO PROJETO DE VIDA

Palestra integrante do serviço Câmara vai à Escola da ELJB

Quem pode solicitar: somente professores responsáveis pelo componente curricular Projeto de Vida

Carga horária necessária: 2 horas

Ementa: A palestra visa colaborar com os conteudos desenvolvidos pelos responsáveis pelo componente curricular Projeto de Vida,  dialogando com a Base Comum Curricular Nacional (BNCC), visando propiciar conhecimentos críticos sobre determinantes políticos que envolvem as trajetórias de vida, o papel das estruturas e as condições políticas dos indivíduos e grupos sociais na sociedade, bem como promover momentos de reflexão sobre a importância da carreira política como forma do jovem ultrapassar os limites de suas condições sociais, a partir de uma descrição do funcionamento dos partidos, das suas estruturas de acesso e condições de exercício da função política.

Objetivo  geral:

  • Proporcionar condições para compreender como os fatores políticos influenciam as trajetórias individuais e os projetos de vida, dotando os alunos a consciência crítica que permita  alargar suas capacidades de escolhas frente a sociedade  considerando o campo político como espaço de enfrentamento e diálogo dos grupos  sociais.

Objetivos específicos

  • Compreender as relações entre nossas biografias e o campo político;
  • Identificar como a politica influencia nossas trajetórias e escolhas;
  • Reconhecer os aspectos políticos presentes na juventude;
  • Entender como as dinâmicas partidárias criam oportunidades de acesso a diferentes grupos e indivíduos;
  • Reconhecer o papel da política no combate a desigualdades de oportunidades que impactam sobre os projetos de vida;
  • Compreender como os projetos de vida estão entrelaçados também aos fatores políticos externos aos indivíduos.

Metodologia de trabalho:

a) A política como carreira, profissão ou vocação- palestra sobre a escolha da política como projeto de vida

b) Documentário: projeção do documentário “A Vocação do Poder”, dirigido por Eduardo Escorel, sobre as eleições para vereador no Rio de Janeiro em 2004. Com debate.

c) Roda de conversa: a Escola do Legislativo convida vereadores de diversos partidos para uma roda de conversa com os estudantes. Inicia com cada vereador apresentando a sua trajetória e depois abre para perguntas.  Importante: a atividade não pode ser realizada com vereadores durante períodos eleitorais.

d) Visita à Câmara Municipal: Em contato com a Seção de Memorial, é  agendada uma visita guiada para conhecer a estrutura do legislativo;

e) Plenária o Estudante: simulação de atividade parlamentar onde os(as) estudantes assumem a função dos parlamentares e fazem projetos de leis. Atividade em parceria com a Seção de Memorial

h) Projetos Especiais : outras atividades ou ações de interesse do professor

Inscrições e informações: telefone 51 32204374 e email escola@camarapoa.rs.gov.br

O serviço é gratuito

As vagas sao limitadas

Escola do Legislativo e Escola Judicial preparam palestra sobre legislação eleitoral para os vereadores e suas equipes

A Escola do Legislativo Julieta Battistioli reuniu-se, na tarde de hoje, com a Escola Judiciária do TRE RS. O objetivo é a organização de uma palestra para vereadores e suas equipes sobre os limites da legislação eleitoral,  esclarecendo  o que pode e o que não pode ser feito nas campanhas dos vereadores candidatos nesta eleição. Participaram da reunião os servidores Jorge Barcellos, Cordenador de Cursos da Escola do Legislativo e o servidor Carlos Vinícius Cavalcante, da Escola Judiciaria do TRE RS.  A reunião também foi uma oportunidade das escolas conhecerem-se mutualmente, além iniciar uma parceria na promoção de eventos de mútuo interesse.  Barcellos lembrou que a Câmara Municipal desenvolve ações educativas junto as escolas no período eleitoral, dispondo a Câmara da Exposição Itinerante História do Voto e oferecendo palestras sobre organização politica brasileira, combate as fake news, entre outras. Carlos Cavalcante mostrou-se interessado no projeto educativo da escola, afirmando que a Escola Judicial desenvolve atividades com o tema da história das eleições e ambos projetos educativos são complementares, daí a sugestão de um convênio.

Escola Judiciária Eleitoral Ministro Paulo Brossard de Souza Pinto:

Vinculada à Presidência do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE–RS) tem por finalidades a atualização e a especialização continuada ou eventual em Direito, notadamente o Eleitoral, para magistrados, membros do Ministério Público, advogados e servidores da Justiça Eleitoral, admitida a participação de profissionais da área de Direito, acadêmicos,  servidores públicos de outros órgãos e público em geral interessado na matéria; o desenvolvimento de ações de difusão da memória institucional e de projetos de educação para a cidadania política; o desenvolvimento de ações de estímulo ao estudo, à discussão, à pesquisa e à produção científica em matérias de interesse da Justiça Eleitoral e promover ações de educação profissional, com vistas à formação, atualização e aperfeiçoamento contínuo dos servidores e dos serviços prestados pela Justiça Eleitoral.

Câmara Municipal de Porto Alegre faz parceria com Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul

Assinatura de convênio com o Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do RGS, Miguel Frederico do Espírito Santo.

Na tarde desta quarta-feira, dia 3 de agosto, foi assinado no Salão Nobre da Presidência da Câmara Municipal de Porto Alegre o Acordo de Cooperação Técnica entre a Câmara Municipal e o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul.  O Acordo visa ação conjunta na preservação da história política da capital e a difusão da importância da história de Porto Alegre. A iniciativa foi da Escola do Legislativo Julieta Battistioli e o convênio inicia-se com atividades para os 250 anos de Porto Alegre, devendo ter continuidade no próximo ano, 2023, quando o Legislativo completa 250 anos de história. Para Jorge Barcellos, Coordenador de Cursos da Escola do Legislativo, a assinatura de Acordo formaliza uma parceria importante para a cidade “Ambas instituições tem compromisso com a história  da cidade, em especial, a história política, devido a natureza de seus acervos. E o compartilhamento do acesso as fontes históricas beneficiará a cidade com novas pesquisas e publicações”. Para Miguel Frederico Espírito Santo, o Acordo é muito importante “Há na história da cidade, grandes vereadores que devemos resgatar a história. O Instituto pode colaborar com pesquisas e estudos sobre Felicíssimo Manuel de Azevedo, o primeiro vereador republicano eleito para a Câmara Municipal, em 1887”. O Convênio faculta a demais órgãos do legislativo, como a Seção de Memorial e a Comissão de Educação e Cultura, a construção de ações afins.  As atividades estão previstas para iniciarem no segundo semestre de 2022.

 

 

Cerimônia de entrega do diploma alusivo ao Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra e ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha

No dia 5 de agosto ocorrerá a cerimônia de entrega do diploma alusivo ao Dia Nacional de Tereza de Benguela e da Mulher Negra e ao Dia Internacional da Mulher Negra Latino-Americana e Caribenha. A entrega será as 18 horas, no Plenário Otávio Rocha, da Câmara Municipal de Porto Alegre. Serão homenageadas um total de 30 mulheres negras em destaque na cidade de Porto Alegre.

Escola do Legislativo entrega exemplar do livro agenda Porto Alegre 250 anos para Sérgio da Costa Franco

Sérgio da Costa Franco. Reproduzido de https://jornaldomercado.com.br/tag/sergio-da-costa-franco/

A Escola do Legislativo Julieta Battistioli entregou, no dia de hoje, um exemplar do livro-agenda “Porto Alegre, 250 anos” ao professor Sérgio da Costa Franco. A publicação da ELJB integrou a programação do poder legislativo pela passagem do aniversário da cidade e foi feita a partir das pesquisas do historiador Sérgio da Costa Franco, a quem a publicação presta uma homenagem. Fundamentando-se em especial na obra “Porto Alegre ano a ano”, de Franco, para Jorge Barcellos, organizador da obra, “entregar um exemplar ao verdadeiro pesquisador da cidade era uma obrigação para nós que organizamos a obra. Nós só organizamos  as suas informações sob a forma de agenda. Mas quem pesquisou tudo foi o Sérgio”, disse.

Sérgio da Costa Franco elogiou o livro-agenda da cidade e agradeceu a homenagem. Para ele, “no passado não se pesquisava a história da cidade e fico muito contente com a homenagem”, disse o historiador. Para  Barcellos, a expectativa é que possa ser incluída nas comemorações do aniversário da Câmara Municipal no próximo ano, e com isso ser impressa para distribuição aos professoes de história e interessados no tema, quando então será atualizada

A obra pode ser baixada no link    https://escola.camarapoa.rs.gov.br/?p=3286

Sobre Sérgio da Costa Franco

Filho do juiz Álvaro da Costa Franco e de Gilda Werneck da Costa Franco, ainda na infância mudou-se para Porto Alegre, onde concluiu o curso secundário em 1945, no Colégio Anchieta. Formou-se em Geografia e História pela UFRGS em 1948 e em seguida em Direito, pela mesma universidade, em 1954.

Foi professor de ensino médio de 1947 a 1968, e chefe de comunicação regional do IBGE entre 1949 e 1952. Neste ano fez concurso para o Banco do Brasil, onde trabalhou como escriturário até 1957. A partir daí fez carreira no Ministério Público do Rio Grande do Sul. Foi Promotor de justiça nas cidades gaúchas de EncantadoQuaraíSoledadeErechim e Porto Alegre, promovido a Procurador de Justiça em 1976 e aposentado em setembro de 1977.

Membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul, foi seu presidente de 1996 a 1998. Também é membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro.

Jornalista desde 1949, publicou crônicas e textos históricos em diversos jornais. Autor de diversos livros, alguns reunindo crônicas, mas a maior parte dedicados à pesquisa histórica, principalmente à memória de Porto Alegre.