Autor: fabiane

ELJB promove palestra sobre responsabilidade administrativa

A Escola do Legislativo recebe no dia 20 de outubro, às 10h, o coordenador do Centro de Estudos da Procuradoria-Geral do Município, Rafael Ramos, que ministra a palestra “A Responsabilidade Administrativa das Chefias e Coordenadores na Câmara Municipal de Porto Alegre”. A iniciativa tem por objetivo a formação dos agentes públicos da Casa quanto a compreensão dos limites e obrigações presentes nestes cargos: “Os desafios da administração pública exigem cada vez mais um grau de responsabilidade e consciência das divisas legais da atuação daqueles que a compõem”, diz Lúcio Almeida, coordenador do evento e diretor da Escola.

 

Sobre Rafael Ramos

Mestre em Direito pela PUCRS. Coordenador do Centro de Estudos da Procuradoria-Geral do Município de Porto Alegre e procurador municipal.

Escola do Legislativo finaliza em outubro atividades de extensão junto ao ILEA/UFRGS sobre os 250 anos de Porto Alegre

Foto: Fabiane Santos

No mês de outubro realizam-se duas mesas redondas que fazem parte da programação do Ciclo de Conferências 250 anos de Porto Alegre e que encerram o evento promovido pelo Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O ciclo é uma parceria com a Escola do Legislativo Julieta Battistioli da Câmara Municipal de Porto Alegre e produto da assinatura de convênio entre o legislativo e a Universidade, visando a criação de condições para o desenvolvimento de pesquisas a partir de exposições e mesas redondas com a participação de servidores da Câmara e professores da UFRGS.

A primeira atividade é intitulada “Morro Santa Teresa: História e Movimento Social” e será realizada no próximo dia 6 de outubro, às 14 horas, no Anfiteatro do ILEA. O evento contará com a presença do servidor Jorge Barcellos (ELJB) e dos professores Luciano Fedozi (Sociologia-UFRGS) e Eugênia Kuhn (Arquitetura-UFRGS). Barcellos falará sobre a exposição Morro Santa Teresa, do acervo do Memorial da CMPA, bem como da trajetória do PLCL 7, de 10 de março de 2013, que instituiu no Morro Santa Teresa a área especial de interesse ambiental: “procurei dar contexto à luta de um movimento social e o apoio que recebeu da Câmara de Vereadores e, com isso, ressignificar o papel do parlamento na luta com a sociedade em combate ao capital”, diz Barcellos.

A segunda atividade é intitulada “A fotografia na reconstrução da história políltica local” e será realizada no dia 19 de outubro, às 14 horas, também no Anfiteatro do ILEA. O servidor Elson Sempé Pedroso e os professores Cornélia Eckert (Antropologia-UFRGS) e César Bastos de Mattos Vieira (Urbanismo – UFRGS) irão conduzir o encontro. Pedroso falará sobre sua experiência como jornalista-fotógrafo da Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal. Para ele, a fotografia serve para registrar “olhares sobre algumas das relações de conflito entre os protagonistas políticos e os mediadores da comunicação pública, originadas em ambientes”. Na oportunidade, será aberta a exposição Porto Alegre pelo olhar dos fotógrafos, do acervo de exposições itinerantes da CMPA.

Para Barcellos, a realização do Ciclo de Conferências 250 anos de Porto Alegre foi muito importante para o legislativo: “É o reconhecimento, pela Universidade, da competência em pesquisa de servidores do parlamento e uma oportunidade de trocas de informações sobre políticas públicas do poder legislativo. Esperamos criar mais oportunidades para que mais colegas da Câmara mostrem seu trabalho e potencial”, finaliza.

1 – Mesa redonda: Morro Santa Teresa: história e movimento social
Onde: Auditório do ILEA (Av. Bento Gonçalves, 9500)
Horário: 14 horas
Data: 06/10/2022

Sobre os participantes:

Jorge Barcellos é licenciado e bacharel em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1989) e Mestre e Doutor em Educação pela Faculdade de Educação/UFRGS(2013). Autor de 16 livros, entre eles Educação e Poder Legislativo e Cotidiano e Novas Formas de trabalho na Câmara Municipal de Porto Alegre, atualmente é Coordenador de Cursos da Escola do Legislativo Julieta Battistioli. Recebeu a Menção Honrosa do Prêmio José Reis de Divulgação Científica (2006) e o Troféu Expressão da FINEP (2006) pelas atividades do Projeto Educação para Cidadania da Câmara Municipal de Porto Alegre, sob sua coordenação.

Luciano Fedozzi possui doutorado (2002) e mestrado (1996) em Sociologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Professor titular na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Integra o corpo de docentes do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia na linha de pesquisa Sociedade, Participação Social e Políticas Públicas. Coordena o Grupo de Pesquisa Democracia Participativa, Esfera Pública e Cidades (CNPq). Pesquisador e membro do Comitê Gestor do INCT/CNPq Observatório das Metrópoles. Tem experiência de pesquisa em sociologia política e urbana, com ênfase nos temas da cidadania, orçamento participativo e instituições participativas, sociedade civil, associativismo, cultura política e questões urbanas. Leciona teorias democráticas e participação; sociedade civil, cultura política e capital social; participação social e políticas públicas; políticas urbanas e sociologia no Brasil.

Eugênia Kuhn é arquiteta e urbanista pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002). Possui mestrado (2006) e doutorado (2014) pelo Programa de pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Conceito Capes 7), onde integrou o grupo de pesquisa em Edificações e Comunidades Sustentáveis. É professora do Departamento de Urbanismo da Faculdade de Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem interesse em pesquisas na área de desempenho ambiental e sustentabilidade em arquitetura e urbanismo.

2 – Mesa redonda: A fotografia na reconstrução da história política local
Onde: Auditório do ILEA (Av. Bento Gonçalves, 9500)
Horário: 14 horas
Data: 19/10/2022

Sobre os participantes

Elson Sempé Pedroso possui graduação em Comunicação Social pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1994) e Mestrado em Comunicação Social – Práticas Sócio-políticas nas Mídias e Comunicação nas Organizações – pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC-RS. Atualmente é repórter fotográfico da Câmara Municipal de Porto Alegre. Autor de “Comunicação Pública Política: Campos em conflito. Um olhar a partir da Câmara Municipal de Porto Alegre , dissertação de Mestrado aprovado em 2007 sob orientação de Neusa Demartini Gomes.

Cornélia Eckert possui graduação em Bacharelado em História (1981) e em Licenciatura em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1980), mestrado PPGAS IFCH UFRGS (1985), doutorado em Antropologia Social – Paris V – Sorbonne, Université Renne Descartes (1991). Realizou programa de pós-doutorado em Antropologia Sonora e Visual, Paris VII (2001); realizou programa de pós-doutorado no Institute for Latin American Studies na Freie Universität Berlin, Alemanha em 2013 e pós-doutorado na Georgia University, EUA, 2018 . Professora Titular aposentada e atualmente docente convidada do Programa de Pós-graduação em Antropologia Social na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Linhas de pesquisa antropologia visual e imagem, antropologia urbana, antropologia e meio ambiente. Coordenadora do BIEV portal www.biev.ufrgs.br e do Núcleo de Antropologia Visual (NAVISUAL). É pesquisadora do NUPECS (PPGAS UFRGS) do CEPED (UFRGS). Edita a Revista Eletrônica Iluminuras, a revista Fotocronografia e participa da Comissão Editorial da Revista Horizontes Antropológicos.

César Bastos de Mattos Vieira é arquiteto, designer gráfico e fotógrafo. Possui graduação em Arquitetura pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1986), especialista em Marketing no PPGA – Programa de Pós-graduação em Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1991), mestre em Comunicação e Informação pela PPGCOM – Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2002) e doutor em Arquitetura no PROPAR – Programa de Pós-graduação em Arquitetura da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2012) . Atualmente é professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Arquitetura e professor convidado do PROPUR – Programa de Pós-graduação em Urbanismo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência nas áreas de Arquitetura e Urbanismo; Fotografia; Design Gráfico.

Maratona da Escola visita SINPRO e Ernesto Dornelles

Barcellos e Margot Andras

Na tarde desta quarta-feira, 14, a Escola do Legislativo Julieta Battistioli visitou o Sindicato dos Professores de Escolas Particulares do RS (SINPRO) e o Colégio Estadual Ernesto Dorneles, como parte do projeto Maratona da Escola. Com o objetivo de divulgar as ações educativas da Câmara, as reuniões, ministradas pelo coordenador de cursos da Escola, Jorge Barcellos, expuseram os projetos da instituição.

Margot Johanna Capela Andras, direotra titular do SINPRO, elogiou as iniciativas e afirmou que levará as informações para deliberação da direção geral. Barcellos também sugeriu a possibilidade de exposições do acervo do Memorial da CMPA integrarem a programação da Fundação Cultural Ecarta e, para isso, uma reunião será agendada com o presidente do SINPRO, o professor Marcos Júlio Fuhr.

Corpo de docentes da Escola Ernesto Dornelles

Diretor Milton Esmerio

Logo após, ocorreu reunião com o vice diretor do Colégio Estadual Ernesto Dorneles, professor Milton Esmerio, e com os demais professores da escola. Esmerio, professor de história e autor de Política Ambiental de Educação, afirmou que iniciativa é muito importante e espera poder realizar projetos em parceria em breve. Os professores presentes solicitaram atividades envolvendo a questão ambiental, que será analisada por Barcellos. “Temos exposições sobre a questão ambiental já em acervo, como José Lutzenberger. E o tema da palestra nos interessa para fazer uma critica a exploração da natureza”, diz o servidor.

ELJB inicia curso de LIBRAS nesta quarta-feira

O que é libras e qual é a sua importância? | Prime Cursos

 

Nesta quarta-feira, 14, a Escola do Legislativo Julieta Battistioli inicia curso de Língua Brasileira de Sinais para os servidores da Câmara. Com o objetivo de instrumentalizar os agentes do legislativo, a ação busca, também, promover a acessibilidade de pessoas surdas no parlamento.

A atividade será ministrada pela professora Karin Lisiane Wentzel, professora de surdos no município desde 2002, e por Eliane Aline Trindade Lopes, estagiária da Escola do Legislativo. Com aulas teóricas, práticas e expositivas, a ação conta com 10 encontros presenciais , sempre as quartas-feiras, das 10h às 11h, na sala de aula da Escola, sala 350, terceiro andar.

As inscrições seguem abertas e podem ser feitas neste link.

Escola do Legislativo participa de evento no ILEA-UFRGS

Da esquerda para a direita: Mário Lahorgue, Vanessa Marx e Jorge Barcellos. Foto: Fabiane Santos

A Escola do Legislativo Julieta Battistioli participou nesta quinta-feira, 08, do segundo encontro do Ciclo de Conferências 250 anos de Porto Alegre, promovido pelo Instituto Latino Americano de Estudos Avançados – ILEA/UFRGS. O tema debatido na mesa foi “As cidades na Metrópole” e contou com a presença de Jorge Barcellos, Coordenador de Cursos da Escola e Doutor em Educação pela UFRGS, Vanessa Marx, Professora do Programa de Pós-Graduação em Sociologia e do Departamento de Sociologia da UFRGS e pesquisadora do Observatório das Metrópoles, núcleo Porto Alegre, e Mário Lahorgue, professor Associado no Departamento de Geografia da UFRGS e pesquisador do Observatório das Metrópoles, núcleo Porto Alegre.

A mesa foi aberta com a fala de Jorge Barcellos: “a ideia é tentar entender essa porto alegre, como ela se moldou, como ela se conectou com as demais regiões”. O curso do encontro seguiu pela apresentação da discussão do Plano Diretor da cidade, a partir de pontos técnicos, políticos e sociais, além do Estatuto da Cidade, forças políticas e participação da comunidade na construção e alteração do próprio Plano, a ser feita no ano de 2023. Em fala sobre a gestão democrática da capital gaúcha, Vanessa ressaltou: “o plano diretor é um espaço de disputa em torno da representação de um espaço urbano. Falar da gestão democrática é falar de uma cidade para todos”.

O encontro, que foi transmitido pelo YouTube e Instagram do ILEA/UFRGS, abriu espaço para debate de questões identitárias, sociais, raciais e ambientais por parte do público online e presencial. O vídeo do encontro será divulgado em breve.

Live “A contribuição da Câmara Municipal na formulação de políticas de proteção ao idoso no município de Porto Alegre” ocorre nesta quinta-feira

Nesta quinta-feira, às 09h, a Escola do Legislativo promove a live “A Contribuição da Câmara Municipal na formulação de políticas de proteção ao idoso no município de Porto Alegre”, ministrada por Jorge Barcellos. O intuito da live é apresentar o histórico do movimento dos aposentados e a relação do parlamento com as políticas do idoso. Fruto de uma pesquisa baseada na metodologia de sua tese de doutorado, Barcellos pesquisou as proposições da Câmara, sua natureza e cronologia entre os anos de 1990 e 2018 para chegar aos resultados que serão apresentados.

A live ocorre através deste link.

Clube do Livro: Segundo encontro acontece nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira, 31, a Escola do Legislativo seguiu com as atividades do Clube do Livro, lançado na última semana. Com o objetivo de abordar um livro por mês, o livro do momento é “O que é Poder” de Byung-Chul Han, filósofo sul-coreano.

Jorge Barcellos, coordenador de cursos da escola, ministrou o encontro, via plataforma Zoom.

Confira o resumo da obra: 

Ainda existe em relação ao conceito de poder um caos teórico. Opõe-se à evidência do seu fenômeno uma obscuridade completa de seu conceito. Para alguns, significa opressão. Para outros, um elemento construtivo da comunicação. As representações jurídica, política e sociológica do poder se contrapõem umas às outras de maneira irreconciliável. O poder é ora associado à liberdade, ora à coerção. Para uns, baseia-se na ação conjunta. Para outros, tem relação com a luta. Os primeiros marcam uma diferença forte entre poder e violência. Para outros, a violência não é outra coisa senão uma forma intensiva de poder. Ele ora é associado com o direito, ora com o arbítrio. Tendo em vista essa confusão teórica, é preciso encontrar um conceito móvel que possa unificar as representações divergentes. A ser formulada fica também uma forma fundamental de poder que, pelo deslocamento de elementos estruturais internos, gere diferentes formas de aparência. Este livro se orienta por essa diretriz teórica. Desse modo, poderá ser chamado poder qualquer poder que se baseie no fato de não sabermos muito bem do que se trata.

Sobre o autor

Byung-Chul Han é um filósofo sul-coreano nascido em 1959. Estudou filosofia na Universidade de Freiburg e Literatura Alemã e Teologia na Universidade de Munique. Hoje é Professor de Filosofia e Estudos Culturais na Universidade de Berlim. Han também é autor de outros títulos como “Sociedade do Cansaço” e “Sociedade da Transparência”.

Escola do Legislativo recebe a palestra “O Serviço Público como Projeto de Vida”

Foto: Fabiane Santos

Ocorreu na tarde desta quinta-feira, 25, a palestra “O Serviço Público como Projeto de Vida” ministrada pela psicóloga Fernanda Jardim. A iniciativa faz parte do Projeto de Integração e Acolhimento (PIA) para novos servidores, promovido pelo Setor de Recursos Humanos. A palestra é uma parceria entre o SRH, a Escola do Legislativo e a FASC (Fundação de Assistência Social e Cidadania) e finaliza as ações de inserção dos servidores no ambiente da câmara.

No encontro, Fernanda abordou questões como psicologia positiva, bem-estar do servidor, potencialização de características positivas e quais são as expectativas e motivações dos servidores na nova carreira que irão trilhar na câmara. Além disso, a psicóloga explicou que as motivações variam de pessoa para pessoa de acordo com o objetivo que cada um almeja e com o momento que cada um se encontra. “Quando estamos no limite de qualquer coisa, temos que parar pra pensar no que podemos fazer para ter mais motivação”, diz Fernanda. O momento também contou com a troca de conhecimentos entre servidores mais experientes da casa e os novos.

 

SOBRE A PALESTRANTE

Fernanda Jardim é psicóloga, formada pela ULBra em Gestão de Recursos Humanos e com experiência em supervisão e treinamento de Recurso Humanos. Possui experiência em elaboração e coordenação de programas de qualidade de vida do trabalhador, além de prestar assessoria institucional em sua área.

 

EQUIPE TÉCNICA DO SRH

Nara Lucia Poluden Pertile – Chefe do Serviço de Recursos Humanos

Diego Marques Piccini

Giovana Rigo Jaderson

Alan Markus Borgelt

Marcia Aguiar Menna Barreto

Palestra “O serviço público como projeto de vida”

O Serviço de Recursos Humanos, com o apoio da Escola do Legislativo e da FASC (Fundação de Assistência Social e Cidadania), promove nesta quinta-feira, às 14h, na sala 301 da Câmara Municipal de Porto Alegre (Av. Loureiro da Silva, 255), a palestra “O serviço público como projeto de vida” com a psicóloga Fernanda Jardim. Inicialmente prevista como parte integrante do PIA, Projeto de Integração e Acolhimento, que realiza nesta semana um curso para os novos servidores admitidos para Câmara Municipal, Nara Pertille aponta: “não podíamos perder a oportunidade de estender a palestra a todos os funcionários”. Para ela, o tema assumiu um importante lugar na programação, já que se tratam de novos servidores a serem engajados no trabalho legislativo.

Para Jorge Barcellos, Coordenador de Cursos da Escola do Legislativo, a escolha da ministrante foi acertada. “Ela é, ao mesmo tempo, Diretora de Recursos Humanos da FASC, uma fundação de natureza social, e uma psicóloga muito interessada na construção de funcionários felizes. Estamos certos de que esta é uma combinação ideal”, diz.

As inscrições podem ser feitas pelo formulário disponível aqui.

 

SOBRE A PALESTRANTE

Fernanda Jardim é psicóloga, formada pela ULBra em Gestão de Recursos Humanos e com experiência em supervisão e treinamento de Recurso Humanos. Possui experiência em elaboração e coordenação de programas de qualidade de vida do trabalhador, além de prestar assessoria institucional em sua área.

 

EQUIPE TÉCNICA DO SRH

Nara Lucia Poluden Pertile – Chefe do Serviço de Recursos Humanos

Diego Marques Piccini

Giovana Rigo Jaderson

Alan Markus Borgelt

Marcia Aguiar Menna Barreto